Últimas Notícias


COMUNICADO

 

O PS Viseu congratula-se com a aprovação das obras da urgência do Hospital de Viseu.

A Concelhia do Partido Socialista refere que, mais uma vez, o governo socialista não deixa Viseu, nem a região de Viseu para trás. Lembra que, as obras da urgência e do centro oncológico  são há muito reclamadas, por todos os partidos políticos,  chegando mesmo, na Assembleia Municipal de Viseu, durante a governação PSD-CDS, serem prometidas. E,  pela voz do PSD, foi dito que, ultrapassados os ajustamentos nas contas públicas, estavam reunidas  as condições, para em breve, Viseu, ter boas notícias. Mas,  ou os ajustamentos das contas públicas  não chegaram a acontecer ou então estamos e estivemos  perante umas inverdades, pela parte do PSD, pois, tal como se pode constatar, hoje,  de 02-05-2019, através da publicação daResolução do Conselho de Ministros n.º 77/2019,  é aprovado  o Programa de Investimentos na Área da Saúde que autoriza a respetiva despesa, incluindo as obras de alargamento e remodelação das urgências do  Centro Hospitalar Tondela – Viseu.

Em  28 de março de 2019 o governo aprovou o citado programa  de cerca de 90 milhões de euros, para investimentos e equipamentos na saúde, incluindo as obras da urgência do Hospital de Viseu, no valor de mais de 5 milhões de euros.  Segundo a Sra. Ministra da Saúde as obras  vão começar entre maio- junho deste ano, faltando ao momento o visto do tribunal de contas. Mas as boas notícias também vão abranger a resposta ao centro oncológico, que inicialmente começou por ser ambicionado um centro de radioterapia, mas atendendo aos tratamentos de quimioterapia, que já são realizados no CHTV, e,  para que os doentes possam ter melhores condições nos seus tratamentos, o projeto de radioterapia evolui para  centro oncológico, obrigando a alteração do projeto. Este  facto levou a um atraso  na resposta,  ao  já anunciado pelo Ex Secretário de Estado da Saúde em maio de 2017, contudo, e  após a entrega do novo projeto, por parte do CHTV, ao Ministério da Saúde, o processo vai  evoluir  para a sua concretização.

Afinal quem mente não é o governo socialista, este chapéu serve, tal como se constata,  à Direita, PSD/CDS, porque,  escusos nos argumentos da troika, a degradação dos serviços de saúde e  respetivos equipamentos,  e a uma ausência total, no investimento na saúde, esta foi a palavra de ordem na governação PSD/CDS.

A concelhia do Partido Socialista lamenta a  atitude que o PSD assumiu neste processo, lembrando que, quando têm funções governativas defendem que,  instituições como o Centro Hospitalar Tondela /Viseu, não devem ser objeto de argumentação político partidária, mas, muda o governo, mudam-se as atitudes. Contudo, o governo Socialista deu a resposta que os Viseenses ansiavam  há muito, não esquecendo que neste momento, muitos há,  que querem ser “o pai da criança”. 

A Presidente da Concelhia do PS Viseu

Lúcia Araújo Silva

Viseu 2 de maio de 2019


Ler notícia →

08 de Maio de 2019

Comunicado

O EGOCENTRISMO DE ALMEIDA HENRIQUES PREJUDICA O CONCELHO DE VISEU E DA REGIÃO. 

Face à votação resultante da reunião de Câmara Municipal de Viseu, do passado dia 10 de janeiro, no que respeita à não aceitação, por parte do Executivo Municipal de Viseu, da transferência de competências e atribuições para a Comunidade Intermunicipal (CIM) Dão Lafões, nos domínios do Turismo; Justiça; Fundos Europeus; Captação de Investimentos e Associações de Bombeiros, a Concelhia do Partido Socialista de Viseu, afirma que o egocentrismo de Almeida Henriques prejudica o Concelho de Viseu e a Região. Almeida Henriques, mais uma vez, deu mostras de estar de costas voltadas para a CIM Dão Lafões e seus municípios vizinhos. Dos 14 concelhos que constituem a CIM Dão Lafões, apenas o concelho de Viseu votou contra. 

O mesmo é dizer que as consequências são muito graves para o concelho de Viseu e Região, porque, não havendo unanimidade dos 14 concelhos, a CIM Dão Lafões não vai poder candidatar-se a mais nenhum projeto dentro dos quatro decretos-lei e, o mesmo é dizer que, tudo o que não se venha a fazer nos 14 municípios será da responsabilidade da Câmara Municipal de Viseu e do seu respetivo Presidente da Câmara Municipal. Assistimos todos a mais uma birra de Almeida Henriques de menino que tem a bola a comprometer tudo e todos. 

A Concelhia do Partido Socialista de Viseu considera que, o Concelho de Viseu, e a Região devem tirar as suas devidas ilações, pois o Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques, não se pode assumir como dono e senhor, não pode querer ter o controlo absoluto, não pode continuar com uma relação soberana e presunçosa, revelando até um certo desapreço pelos municípios vizinhos. 

O Partido Socialista lamenta ainda que, na citada reunião de Câmara, Almeida Henriques tenha afirmado, aos Vereadores Socialistas, que defenderam que o município deveria assumir as transferências para a CIM Dão Lafões, que não deu o seu acordo à transferência de competências para a CIM porque esta entidade praticamente só tinha iniciado o debate sobre a estratégia concertada a adotar, na semana anterior, à data da citada reunião, mas, segundo declarações do Presidente da Comunidade Intermunicipal Dão Lafões, Rogério Abrantes, Almeida Henriques mentiu, pois na convocatória, da CIM, de 10 de dezembro, num dos pontos da ordem de trabalhos já constava a análise e discussão das propostas de transferências de novas competências durante o ano de 2019 relativamente a esses quatro decretos-lei. 

A concelhia do PS Viseu questiona até quando, a ânsia pela fama e poder, de Almeida Henriques, vai continuar a prejudicar o Concelho de Viseu e a Região, relembrando o falhanço na liderança dominadora, sem possibilitar a articulação devida com os municípios vizinhos e alheando-se dos seus interesses, no processo de constituição da Empresa Intermunicipal águas de Viseu levando ao impasse comprometedor que se verifica atualmente. 


Lucia Araujo Silva

(Presidente da Concelhia do PS Viseu)

Viseu, 17 de Janeiro, 2019.

Ler notícia →

26 de Fevereiro de 2019

Eleições Europeias

Eleições Europeias.

Ler notícia →

08 de Maio de 2019

Comissão Política Concelhia

5 de abril de 2019-

Reunião da Comissão Política Concelhia, na qual tivemos oportunidade de partilhar, com os presentes, o trabalho político da Concelhia e da Vereação.

Em pré campanha eleitoral, das eleições europeias, fizemos a discussão, também, da importância das eleições europeias.

A entrada de Portugal na Europa mudou o país e não queremos voltar atrás. Defender a Europa é defender Portugal. Cada voto no PS é um voto em defesa da Europa e do projeto europeu. 

Ler notícia →

08 de Abril de 2019

Próximos Eventos

  • banner-slim

NOVO MILITANTE?

Download kit militante

A sua opinião

Envie-nos o seu comentário.

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter.