Notícia



← Voltar à página de notícias

Intervenção // Lucia Araujo Silva

 Sr. Presidente, 

Sras. e Srs. vereadores, 

comunicação social

 O Sr. Presidente quer fazer-nos parecer, não só aos viseenses, como ao País, através das presenças televisivas e jornalísticas constantes,  que é um presidente com políticas,  para o concelho de Viseu,  políticas progressistas, modernas, com muitos eventos, onde, digamos, tudo o que  acontece é visto sempre numa perspetiva aumentativa, quase parece o milagre da multiplicação.

 Se dedicarmos um pouco do nossos tempo ao concelho,  e às pessoas,  facilmente constatamos que,  ao Sr. Presidente,lhe assenta bem o provérbio popular,  “muita parra e pouca uva”.  

Citoo Sr. Presidente, Pretende de Viseu “Uma Comunidade segura para todos e que cuida dos mais vulneráveis.

Onde ninguém é deixado para trás.

Precisamos hoje, mais do que nunca, de uma política e de políticos que se coloquem do lado da esperança e do bem coletivo. É também desse lado que estou e estarei”

 ( fim de citação) .

 Ilustremos esta citação, com um exemplo concreto, aliás, um péssimo cartão de visitas, de Viseu, a tal cidade cosmopolita.  Falo no nó A25, estrada nacional 231,  à vista de toda a gente.

o concelho de Viseu tem várias unidades de acampamento de pessoas de etnia cigana, a viverem em tendas, barracas, ou seja, em  péssimas  condições de habitabilidade  que nem casa de banho têm. Quando chove, as crianças chegam à  escola, todas molhadas, porque, segunda elas,  têm de ir à mata fazer as suas necessidade fisiológicas. 

Sr. Presidente, é seu apanágio, para ter o tal tempo de antenanas TVs,  criticar o governo pelas obras anunciadas e não concretizadas, mas Sr. Presidente, os vereadores do partido socialista vão ter que lhe oferecer um espelho, pois V.Exª  prometeu,repito, prometeuque até ao final de 2017 iria realojar estas pessoas, (nó A25 e estrada nacional 231) de etnia cigana,  bom, na verdade,  já passaram dois anose eis que estamos perante mais um inconseguimentoda parte de V. Exª, pois, os ciganos,  continuam a viver em condições miseráveis e a autarquia nada faz. 

Sr. Presidente, não  é a políticado bota abaixo dos vereadores socialistas, não,é o apuramentofatual,  é  a realidade do nosso concelhoe assim perguntamos para quando o realojamento dos ciganos? 

 

21-02-2019

Lúcia Araújo Silva

 

21 de Fevereiro de 2019

partilhar em: