Notícias

Comunicado

 

A Concelhia do PS Viseu diz que o “ilusionismo” esta na gestão autárquica de Viseu e oferece um retrovisor e um espelho a Almeida Henriques.


Face às declarações do Presidente da Câmara Municipal de Viseu, Almeida Henriques,  sobre as anunciadas reduções nas portagens das SCUTS, para os transportes de mercadorias,  feitas pelo    Sr.  Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, em que AH acusa o Ministro Pedro Marques  “de ilusionismo, pois oferece com uma mão e tira com a outra, quase em simultâneo”, a concelhia do PS Viseu afirma que o verdadeiro ilusionismo está na governança da CMde Viseu. Almeida Henriques  tenta mostrar aos viseenses e, ao país, que Viseu, através da criação dos eventos; das cerimónias... o concelho vive momentos áureos, quando na verdade, temos um executivo autárquico que “apresenta” a despesa efetiva superior à receita; com  tomadas decisões  prejudiciais para as finanças municipais a médio prazo; com o centro histórico e o comércio tradicional que  continuam por revitalizar,  e que o digam os comerciantes da Rua Direita.  Sem gente para comprar, com lojas remodeladas, com potencial para serem lojas âncora, com interessados em alugá-las e, vá- se lá saber porquê, continuam fechadas, mas requalificadas; com uma crescente entrega de serviços públicos a privados; com uma falta de estratégia para promover o desenvolvimento local nas freguesias rurais, registando-se, ainda, em algumas freguesias problemas infraestruturais graves. Afinal o verdadeiro ilusionismo está no executivo da CM de Viseu, em que AH quer transmitir a ideia de um concelho maravilha, e todos nós gostávamos que assim fosse, mas na verdade, é um concelho de imagem, fruto das políticas de imagem  do atual executivo autárquico. 

O PS local lamenta que Almeida Henriques continue a não defender o concelho de Viseu e a região. 

AH ao acusar o Sr. Ministro Pedro Marques de ilusionismo, quando o Ministro, no passado dia 4 de janeiro de 2019, apresentou uma redução de portagens, de 25% e que pode ir até aos 80% para os transportes de mercadorias, cujas empresas estejam fixadas na região, esqueceu-se de dizer o quanto é importante e relevante esta medida para a fixação de empresas na região e no concelho. Este esquecimento só pode ser compreendido porque, na verdade as empresas estão fixadas nos municípios vizinhos e não em Viseu, mas de certo modo também se compreende, pois, a redução das portagens para os transportes de mercadorias beneficiam bem mais os municípios vizinhos, uma vez que é lá que estão instaladas as empresas. Na verdade, AH apenas cria em Viseu os eventos e continua a não ser capaz de atrair e fixar empresas. 

Relativamente ao atraso nas  obras no IP3, o PS oferece um retrovisor a AH, pois o atual autarca,  na passada legislatura do PSD/ CDS, foi Secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, e  nada fez para a resolução do IP3, e o governo PSD-CDS do qual AH fez parte, no final da legislatura apenas deixou um Power Point com o nome “via dos Duques”. Agora, o atual governo socialista tem uma solução apresentada, tem projeto e tem calendarização. O PS também oferece a AH um espelho, pois o Sr Presidente tem que explicar aos viseenses a razão das obras tão anunciadas, reanunciadas, para o concelho, apenas vão ficando pelos   anúncios. A título de exemplo relembramos as obras do orfeão, as obras do mercado municipal...

A concelhia do Partido socialista de Viseu acrescenta que a redução das portagens para os transportes de mercadorias é  mais uma medida  integrada no programa de Valorização do interior, para manter o emprego e criar mais emprego, certamente que todos nós ambicionamos  que a redução das portagens seja no futuro mais abrangente, mas enquanto tal não acontece,  o  Presidente da Câmara Municipal de Viseu deveria enaltecer a medida,  mas infelizmente fica-se mais na política do parecer e não do fazer. 

Ler notícia →

09 de Janeiro de 2019

// Jantar de reis

Decorreu no passado dia 5 de janeiro o Jantar de reis do Partido Socialista concelhio de Viseu. A presença massiva dos militantes e simpatizantes fez-se notar tendo sido clara e inequívoca a vontade de todos e de cada um em contribuir para o futuro do PS em Viseu.

Juntos somos mais fortes!

Mais imagens em:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.2016783358406428&type=1&l=7746ee9d42

Ler notícia →

08 de Janeiro de 2019

Comunicado

Para o Secretariado da Concelhia do Partido Socialista a demissão de Nuno Nascimento de chefe de gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Viseu  constitui-se como um fato político relevante.

Passado que  estão mais de cinco anos à frente do Município de Viseu,  Almeida Henriques vive  notoriamente um período crítico e até decisivo.

A política imaterial quase obsessiva em imagem, marketing territorial ou propaganda política e organização de festas e outros eventos municipais, “mais do mesmo”, já cansa e já não ilude a reduzida aposta nas políticas municipais básicas.  

Muitas atividades e serviços municipais tradicionais  estão a ser  sucessivamente entregues a privados.

A  recolha de resíduos  apresenta  problemas graves.

Há descargas de águas residuais não tratadas diretamente no rio Pavia, a meio da cidade,  quando chove.

A limpeza e manutenção de áreas verdes e espaços  públicos começa a não fazer jus aos historicamente elevados índices de qualidade de vida, tão caros aos viseenses.  

Este Executivo não  sabe implementar políticas de proximidade junto dos munícipes  e dos agentes locais e regionais.  

Viseu continua a  não saber articular-se com os municípios vizinhos, a inaptidão para liderar uma solução organizativa para o abastecimento de água é disso exemplar.  

Não há uma forte política social, o que é bem evidente  na degradação da habitação social do  Concelho.  

A tão propalada aposta na atratividade económica,  pese algumas empresas tecnológicas a  instalarem-se em Viseu, fenómeno dos “tempos atuais” que sucede também noutras cidades médias,  está muito longe de ganhar a escala necessária.

  Nas freguesias rurais,  pese algumas obras,  sobretudo de típicos arranjos de espaços exteriores,  estas  continuam a perder população e atividades socioculturais e económicas, não se verificando a promoção de imprescindíveis polos de desenvolvimento local.

Assim, “restam” algumas obras emblemáticas, tão profusamente anunciadas quanto adiadas, que tardam em arrancar, mesmo que, para o efeito, o Executivo se socorra de meios rápidos e expeditos - através de fundos imobiliários - que lesam financeira e patrimonialmente o município a médio prazo.

A  não presença de presidentes de junta de freguesia e figuras gradas do PSD em cerimónias municipais recentes,  contrariamente ao que era hábito, e o arredamento político de alguns vereadores executivos começa a ser expressiva.

Agora, sem  uma justificação devidamente esclarecedora, demite-se aquele  que, há muito, tem sido o “braço direito” de Almeida Henriques em diversos cargos de direção.

É bem patente para os viseenses que o atual Executivo Municipal vive - vivia… - assente num “tripé”, personificado em três rostos. Jorge Sobrado, muito criativo, mas não político, a conceber a estratégia e a criar Momentos e eventos. António Almeida Henriques, com curriculum político multifacetado, a tentar dar alguma formalidade institucional e estrutura política a esta “estratégia”, sobretudo através de múltiplos discursos e anúncios pomposos. Nuno Nascimento, um homem de bastidores, da máxima confiança pessoal e política do Presidente, fundamental internamente e para o andamento de toda esta engrenagem, incluindo a vertente económica, como é público.

O Partido Socialista de Viseu está dinâmico e atento. Como o trabalho de Oposição - proativo, crítico, fiscalizador e propositivo -    desenvolvido pelos eleitos locais do PS tem demonstrado, os viseenses podem contar com uma alternativa credível e muito preparada para assumir outras responsabilidades no Município, pelo melhor do território e da comunidade de Viseu.

Viseu 11 de dezembro de 2018

Ler notícia →

27 de Dezembro de 2018

"Café com...Hugo Carvalho" - iniciativa JS

Café Com..." Hugo Carvalho, Presidente do Conselho Nacional de Juventude.

Tema: Estágios Profissionais: problemas e soluções.

Sexta-Feira, dia 28 de outubro, pelas 21 horas, no Belle Époque. 

Estão todos convidados!

Ler notícia →

22 de Outubro de 2016


Próximos Eventos


Outras notícias

O Partido Socialista, através de Manuel Heitor, Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, apresentará as linhas gerais do Orçamento de Estado para 2017.

A sessão decorrerá em Penalva do Castelo, no próximo sábado, 22 de outubro, pelas 14h30, na sede da Associação da Banda, junto à Câmara Municipal. 

Participe!

Ler notícia →

18 de Outubro de 2016

Numa organização conjunta do DNMS, do DFMS, da JS e da Concelhia de Viseu, decorreu no passado dia 8, a Conferência "Mais Conhecimento, menos Desigualdade", que contou com o Prof. Alexandre Quintanilha e a Prof.Fernanda Rollo, Secretária de Estado da Ciência.

Um debate rico e participado, em "torno da importância do conhecimento e da aprendizagem para o futuro e para o desenvolvimento das sociedades.

Tempo ainda para abordar os bloqueios que nos impedem de fazer escolhas em liberdade e da importância da diversidade para que as sociedades sejam mais ricas, com novos valores e onde a importância do outro/a faça parte desta construção coletiva conjunta."

Ler notícia →

10 de Outubro de 2016

Caras e Caros Camaradas,

No próximo dia 8 de outubro (Sábado), o DNMS, o DFMS e JS de Viseu irão promover a Conferência "Mais Conhecimento, Menos Desigualdade", às 15h, na Pousada de Viseu.

Nesta conferência estarão presentes como oradores, Fernanda Rollo, Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e Alexandre Quintanilha, Presidente da Comissão de Educação e Ciência da AR.

15H SESSÃO DE ABERTURA

Lúcia Araújo Silva, Presidente do DFMS Viseu;

Adelaide Modesto, Presidente da Concelhia de Viseu;

Elza Pais, Presidente do DNMS;

15H15 ORADORES CONVIDADOS:

Fernanda Rollo, Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior;

Alexandre Quintanilha, Presidente da Comissão de Educação e Ciência na AR

Moderação - Sara Calhau, Presidente da Mesa da Comissão Política da JS

Debate

Ler notícia →

06 de Outubro de 2016

Viva a República! 

Ler notícia →

05 de Outubro de 2016

Uma decisão justa.

Um orgulho para todos os portugueses!

https://www.publico.pt/mundo/noticia/guterres-onu-1746272

Ler notícia →

05 de Outubro de 2016

Diário de Viseu

28-09-2016

Ler notícia →

03 de Outubro de 2016