Notícias

António Costa em Viseu no próximo domingo

O Secretário-Geral do PS, António Costa, estará em Viseu no dia 12 de Abril, Domingo, pelas 15h00, no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, para um encontro com militantes e simpatizantes do distrito.

Contamos consigo.

Ler notícia →

08 de Abril de 2015

25 de Abril || Construção do Portugal democrático

Divulgamos a tertúlia "O 25 de abril e a construção do Portugal democrático", que tem como convidado o deputado e antigo ministro Alberto Martins.

A iniciativa vai ter lugar na próxima sexta feira, dia 10 de abril, pelas 21 horas, na sede do PS Viseu.

O debate vai ser moderado por Rafael Guimarães, presidente da Federação Distrital de Viseu da JS.

Esta iniciativa é organizada pela Concelhia de Viseu da Juventude Socialista.

 

Ler notícia →

06 de Abril de 2015

PS propõe Referendo Local sobre Mercado 2 de Maio

Depois do Arquitecto Siza Vieira ter lamentado a decisão da Câmara de Viseu "em fechar o único espaço aberto e livre do centro histórico de Viseu", e que por isso "a cidade vai deixar de dispor de um local magnífico", vários posições de interrogação e de dúvida foram chegando aos vereadores do PS na autarquia.

Na última reunião pública do executivo, os socialistas anunciaram que se opõem à cobertura do Mercado 2 de Maio "se não for feita uma consulta popular relativamente à obra a realizar".

"Achamos que uma obra desta envergadura deve ser ponderada e ouvida a população, podendo ser equacionada a realização de um referendo local", referiu o vereador João Paulo Rebelo. "Funiculares já temos um e não queremos mais", concluiu.

Ler notícia →

03 de Abril de 2015

Hostel sem interessados - Investimento Perdido

Para os vereadores socialistas, que votaram contra a publicitação do concurso na imprensa nacional, o problema está na forma como "o concurso está desenhado".

Na reunião do executivo os vereadores do PS mostraram muitas dúvidas de que apareça algum investidor, disposto a gastar milhões de euros num projecto "low cost" onde os preços das dormidas tê que ser baixos.

O Vereador João Paulo Rebelo, que revelou ter tido muitas dúvidas "na altura em que o concurso veio à reunião da Câmara", disse que terá de ser revisto.

Ler notícia →

02 de Abril de 2015


Próximos Eventos


Outras notícias

O Secretário-Geral do PS, António Costa, estará em Viseu no dia 12 de Abril, Domingo, pelas 15h00, no Auditório da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Viseu, para um encontro com militantes e simpatizantes do distrito.

Ler notícia →

01 de Abril de 2015

Ver Tempo de Antena:

https://www.youtube.com/watch?v=C5lA_S3XmLo

Ler notícia →

31 de Março de 2015

Não perca. 

Hoje, às 19h50, na RTP1.

Ler notícia →

30 de Março de 2015

O Partido Socialista lançou o seu “programa participativo”, uma iniciativa inovadora de participação direta dos cidadãos na elaboração do programa eleitoral socialista a apresentar às eleições legislativas de 2015.

Seguindo os bons exemplos dos orçamentos participativos municipais, esta proposta de participação aberta aos cidadãos traduz um desafio que “nunca tinha sido feito em Portugal, para um programa de governo de âmbito nacional”, como explica Luís Goes Pinheiro, da direção do Gabinete de Estudos socialista, sublinhando ser este “mais um passo no caminho, que tem vindo a ser reforçado, de abertura do PS à sociedade civil”.

Em declarações ao AS Digital, Luís Goes Pinheiro recorda a enorme participação suscitada pelas eleições primárias do PS, ganhas por António Costa, a que este programa participativo pretende dar sequência, convidando “a uma participação direta e mais próxima de todos os cidadãos que querem ter uma palavra a dizer mas que não tinham um veículo para fazer chegar as suas propostas”.

A partir de 28 de março de 2015, qualquer cidadão poderá submeter propostas através da Internet, utilizando o novo site do Gabinete de Estudos gabinetedeestudos.ps.pt.

Todas as propostas serão analisadas e ponderadas.

Numa segunda fase, de entre as propostas recebidas e para algumas áreas selecionadas, serão colocadas a votação várias alternativas, desde que enquadradas no programa de princípios do PS e que sejam exequíveis do ponto de vista orçamental, para que os cidadãos possam escolher a que preferem. As alternativas mais votadas serão incluídas no programa eleitoral do PS.

O que devo fazer para enviar uma proposta para o programa eleitoral do PS?

Aceda ao site gabinetedeestudos.ps.pt

Procure a entrada “Programa Participativo”.

Insira o seu nome e endereço de correio eletrónico.

Escreva o título da sua proposta (máximo 140 carateres).

Escreva a sua proposta (máximo 2000 carateres).

Submeta o formulário e aguarde a receção de um email com o conteúdo da proposta.

Há outras vias para apresentar propostas no âmbito do programa participativo do PS?

Sim e já estão em funcionamento.

Podem ser apresentadas propostas por via postal ou através do endereço de correio eletrónico do Gabinete de Estudos (gabinetedeestudos@ps.pt) ou nas reuniões de trabalho que os vários grupos temáticos têm vindo a realizar para preparar o programa eleitoral. Também podem ser entregues em mão na Sede Nacional do PS.

O programa do PS apresentará ainda duas novidades, reforçando o grau de compromisso assumido e sendo mais claro para os cidadãos, proporcionando maior escrutínio e avaliação.

É um programa responsável, com medidas calendarizadas e com impactos estimados para as medidas propostas

É um programa claro, que explica e identifica, em linguagem clara e acessível, quais as diferenças entre as suas propostas e as medidas que o executivo PSD/CDS concretizou no Governo.

O programa eleitoral do PS será apresentado no dia 6 de junho de 2015, cumprindo o compromisso assumido pelo seu Secretário-geral, António Costa.

Ler notícia →

28 de Março de 2015

Em janeiro deste ano o senhor secretário de estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, afirmou em Viseu que “a Refer está a analisar a proposta da Plataforma A 25” (leia-se, câmaras PSD de Aveiro, Viseu e Guarda) “que preconiza a ligação Aveiro-Salamanca”, acrescentando ainda “tenho muita confiança que sejamos capazes de chegar a bom porto nesta negociação”.

Referiu o mesmo governante, já depois do Governo ter candidatado esta linha ao mecanismo Connecting Europe Facility (CEF) e ao fundo de coesão, que “acredita num entendimento entre os autarcas e que consistirá num corredor novo entre Aveiro e Mangualde e, depois, a melhoria da atual linha da Beira-Alta... “se houver dinheiro.”

Neste mesmo início de ano, dois meses depois desta afirmação, em março, o mesmo membro do governo revelou à imprensa “que a (eventual) nova ligação entre Aveiro e Salamanca será decidida depois das Legislativas” e sem uma palavra para a linha da Beira Alta.

Já o edil de Viseu, Almeida Henriques, em reação às declarações de Sérgio Monteiro, disse que “as últimas semanas trouxeram-nos notícias contraditórias que espero possam ser ultrapassadas (…) depois de sabermos que o Governo candidatou a fundos europeus a conceção da linha Aveiro, Viseu, Vilar Formoso, viemos a saber que, provavelmente, a decisão da sua execução será tomada apenas pelo próximo governo”.

Ora estes arrufos entre um governante, Sérgio Monteiro, e um ex-governante e presidente da câmara de Viseu, Almeida Henriques, dizem bem das ilusões que ambos criaram à região e, sobretudo, espelham a confusão e falta de clareza do governo PSD/CDS.

Neste contexto, ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, os deputados eleitos pelo círculo de Viseu preguntam ao senhor ministro da Economia o seguinte:

1.    Se o Governo candidatou o corredor ferroviário Aveiro-Vilar Formoso ao Connecting Europe Facility (CEF) e ao fundo de coesão é porque já teria decidido fazer esta infraestrutura. Assim, por que motivo o Governo afirma que não há nenhuma decisão e que esta só deverá ser assumida pelo próximo Executivo?

2.    Qual o objeto exato da candidatura efetuada pelo Governo ao CEF?

3.    Tem ou não o Governo a certeza de que o Estado possui os recursos financeiros necessários para assegurar esta obra, bem como a intervenção na linha da Beira Alta?

4.    Tendo a linha da Beira Alta, entre a Guarda e Pampilhosa, fortes constrangimentos na sua estrutura (comboios a 10kms/hora) e horários feridos por paragens desorganizadas, pergunta-se: está ou não o Governo decidido a fazer, no imediato, o investimento necessário para repor a normalidade de circulação? Está ou não disponível para reorganizar os horários de modo a reduzir, por exemplo, em 30 m, o tempo entre Mangualde e Lisboa?

5.    Finalmente, qual o papel/solução para Viseu na estratégia ferroviária do Governo?

Os deputados

José Junqueiro, Acácio Pinto, Elza Pais

Ler notícia →

25 de Março de 2015

Teve lugar no dia 20 de março, no "lugar do capitão", em Viseu, mais uma excelente iniciativa da JS da concelhia de Viseu.

Este "café com..." Tiago Barbosa Ribeiro, presidente da concelhia do Porto do PS, teve como tema "lições gregas para a esquerda europeia", um tema que, depois da intervenção inicial do convidado, mereceu inúmeras intervenções por parte dos presentes.

O debate foi moderado pelo José Pedro Gomes e as boas vindas ao Tiago Barbosa Ribeiro foram dadas pelo coordenador da JS de Viseu, Manuel Mirandez.

in "Letras e Conteúdos"

Ler notícia →

21 de Março de 2015